Recent Posts

Saturday, November 5, 2011


Gosto de escrever todos os dias. Mal tive tempo até agora. Passei a semana preparando aula, corrigindo uma tese, cujo assunto é chatíssimo e ainda inventei de ver ontem Lulu Santos e Banda Eva. Acordei só Deus sabe como, pois a luta continua. Lembrava de vocês e do meu blog. 
Ao ler um comentário no meu blog de um amigo, repentinamente lembrei do passado, dos álbuns que colecionava e do tempo que não volta. Um que gostava era Amar é... Isso foi lá pela sétima série. Incrível que a música do momento era Como uma onda, de Lulu e tem tudo a ver com este assunto. Semanas, meses, anos. Os dias não existem. Passam tão depressa que é como se fossem fantasmas, fumaça, evaporação.O tempo voa

Semanas, meses, anos

Thursday, November 3, 2011

Hora Extra 1 300x300 Como Calcular Horas Extras

                                                            Risquei os meses no calendário.
                                                            Tempo tempo tempo tempo.
                                                            Sobraram dois.


                                                            Restos diários
                                                            do que se foi,
                                                            do que está por vir.
                                                                               Porvir.

                                                            Tempo antes,
                                                            Tempo depois.
                                                            E o que fica no meio?
                                                            Tempo instante
                                                            Tempo lembrança
                                                            Tempo saudade.
                                                                             Tempos de nunca mais.

Nunca mais

SIMETRIA PERFEITA...

O QUE É QUE SE PASSA AÍ NO ALTO?

A LILITH PENSATIVA...

a lilith e as flores...

Wednesday, November 2, 2011

1. É engraçado como as leis no Brasil não funcionam ou funcionam até quando alguém que tem poder quer. Fico sabendo que a Fifa não aceitará a meia entrada nos jogos da copa. Estudantes e idosos não usarão seus direitos .Derruba-se leis a qualquer hora. Já para se fazer justiça a pobre ou  a qualquer reles mortal, a justiça é lenta e cega.
2. Hoje um carro atravessou na minha frente. Por pouco não bati. Atrás de mim vinha outro carro. Por pouco não bateu em mim. Ia morrer em pleno dia de finados. GENTE!
3. Está bombando a perspectiva de vida para 2030. Terei 60 anos e vou viver mais 40 ou não morrer. Já pensaram!? Leiam as primeiras páginas da revista Isto é. Poderemos até namorar robôs.
4. De cemitério, quero distância, que me perdoem meus avós. Rezarei por eles em casa."Deixem que os mortos enterrem seus mortos".

B.O. de feriado

Tuesday, November 1, 2011

O sobrenome deste poeta é quase um anagrama de mundo, sobram as letras DR. É quase um anagrama completo, mas como ele nasceu para ser guache na vida, e na vida, nada está completo, então está justificado o quase possível anagrama. E tem tudo a ver porque vários poemas de Drumond têm a palavra mundo, basta darem uma pesquisada. O mundo, a vida cotidiana estão presentes na sua poética metafísica, simples e universal.
                                                  ***

                         
                                                                      IMAGENS
Imagens
feitas para olhar.
Imagens são ímãs
como teu olhar,
teu corpo nu,
ou tuas mãos a me tocar.

Ainda Drumond